Navegando a categoria

Leguminosas

Leguminosas

Como Plantar Mandioca

Neste artigo vamos mostrar a você como plantar mandioca, um alimento que tem muitas vantagens para quem o consome.

Batizada antigamente de “rainha do Brasil”, a mandioca é um alimento bastante consumido entre os mais pobres, mas que também pode e deve ganhar espaço para toda a população, tanto que a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO, na sigla em inglês) vem apoiando a produção e consumo mundo no mundo todo, inclusive com o intento de mudar o status do alimento e utilizá-lo para o combate à fome.

A mandioca tem dois tipos de carboidrato, a amilose e a amilopectina.

Unidos, eles liberam a glicose de forma mais lenta no organismo, o que facilita a digestão, evita picos de açúcar e dá mais energia para o dia. Além disso, a mandioca é fonte de fibras e não possui glúten, sendo bastante versátil tanto no seu preparo como no plantio.

Dependendo do lugar, a mandioca tem um nome diferente. Pode se chamar aipim, macaxeira e até mesmo uaipi e xagala, menos comuns.

Os dois primeiros nomes costumam denominar as mandiocas-mansas, que são aquelas com menor teor de cianeto produzido em suas raízes, ao contrário das chamadas mandiocas-bravas, que carregam um pouco mais dessa substância.


Como plantar mandioca: Clima, Solo e Luminosidade

Como Plantar Mandioca

Temperatura/Clima

Se você quer saber como plantar mandioca, saiba que ela costuma crescer inclusive em solos pobres e é resistente a períodos de seca. Não é à toa que a raiz faz parte da alimentação do povo nordestino.

Isso também está ligado ao fato de que a planta é nativa do Brasil, logo, prefere um clima mais tropical, onde as temperaturas devem ser mais elevadas para que o seu plantio dê resultados satisfatórios.

O ideal é que seja equilibrado com um clima úmido, mas, como vimos, épocas mais secas não são páreo para a mandioca.

Solo

Quanto ao solo, ela pode ser cultivada em localidades pouco férteis, mas desde que a terra seja bem drenada. Solos mais argilosos, pesados e compactados não são adequados para um bom desenvolvimento do cultivar, já que prejudicam o crescimento das raízes da planta.

Para ter como plantar mandioca satisfatoriamente, o ideal é oferecer um solo permeável, fértil e repleto de matéria orgânica, com pH variando entre 5 e 6.

Com o solo bem drenado, é importante manter uma irrigação que faça com que a planta esteja sempre bem alimentada, com a terra úmida, mas sem estar encharcada.

Luminosidade

É recomendado também que o cultivar seja exposto a uma boa dose de luz solar diariamente, podendo ser plantada em local com luminosidade direta ou em sombra parcial.

Rega

Apesar de ser resistente à seca, é preciso ter cuidado no começo do plantio, pois a mandioca é muito sensível à falta de água nos primeiros cinco meses após o cultivo.

Aprenda a Plantar também:


Como plantar mandioca: Cuidados no Cultivo

Você que quer saber como plantar mandioca precisa saber que o cultivo se dá não com sementes, mas com pedaços de caules de plantas adultas que estejam saudáveis.

Manivas

Elas são chamadas de manivas e têm de 15 cm a 25 cm de comprimento e 2,5 cm de diâmetro.

Elas devem ser colocadas em buracos de 5 cm a 10 cm de profundidade, podendo ser fincadas na posição vertical, horizontal ou oblíqua.

A vantagem da primeira e última formas é que as manivas brotarão maiores do que no estilo horizontal, o que vai proporcionar um maior rendimento por área.

Espaçamento

Durante o processo de como plantar mandioca, é importante ficar atento a algumas peculiaridades da mandioca. Por exemplo, o espaçamento recomendado para o plantio é de 1 m entre as linhas de plantio e de 50 cm a 60 cm entre os cultivares.

Outra forma é o cultivo em fileiras duplas, com a distância entre os buracos de 2 m entre as duas fileiras e de 60 cm até a próxima.

Evite podar a planta, pois isso diminui a produção de mandiocas. A não ser que você precise de manivas para um novo plantio em uma época que não é a mesma da colheita.

Outra dica importante é ficar atento às plantas invasoras, que podem surgir no meio da plantação e roubar recursos e nutrientes, especialmente nos primeiros cinco meses.

Colheita

A colheita da mandioca é um pouco demorada. Ela costuma acontecer entre 12 e 18 meses após o plantio das manivas.

É recomendado que não se coma a mandioca crua, pois quando a planta é cortada ou sofre algum tipo de dano, é liberado cianeto de hidrogênio, uma substância muito tóxica que surge a partir da decomposição dos glicosídeos cianogênicos existentes na planta e que são ativados no momento da “agressão” ao cultivar.

A mandioca de tipo mansa deve ser consumida cozida, frita ou como farinha. Já a mandioca-brava deve ser usada como farinha e derivados apenas após um cuidadoso preparo.

Vídeo: Como Plantar Mandioca passo a passo

Teve dificuldades em seguir o texto acima? Foi muita coisa junta e você não entendeu tudo? Então recomendamos que assista ao tutorial em vídeo, é bem simples e você vai enter tudo direitinho!

Leguminosas Vegetais

Como Plantar Quiabo

Já pensou em ter a sua própria horta em casa? Aprenda a como plantar quiabo agora mesmo e torne esse sonho realidade de maneira muito simples!

O quiabo (Abelmoschus esculentus) é um legume bastante apreciado cuja origem não é certa, podendo ter surgido no sul da Ásia, Etiópia ou mesmo África Ocidental. Trata-se de uma planta cultivada de forma anual. Ela costuma atingir de um a dois metros de altura e seus frutos são consumidos imaturos, por meio de cápsulas que contém sementes redondas que são ingeridas após fritas ou cozidas, dependendo do paladar e da engenhosidade de quem cozinha.

Outra característica marcante do quiabo é a tal da baba que ele produz. Trata-se de uma substância mucilaginosa que nem todos apreciam. Neste artigo você vai saber como se livrar dessa baba e também perceber que há muitos benefícios no consumo do quiabo. Além disso, explicaremos como plantar o quiabo em vasos e tê-los gratuitamente em sua casa.


Quais os benefícios do Quiabo?

Benefícios do Quiabo

Benefícios do Quiabo

O quiabo oferece inúmeros benefícios à saúde, sendo quase que um convite a consumi-lo. Por exemplo, no trato digestivo ele contribui bastante com a oferta de fibras no organismo, o que melhora o intestino e ajuda a evitar problemas gastrointestinais.

O quiabo é rico em vitamina A, além de conter diversos antioxidantes, como o betacaroteno, xanthein e luteína, que são responsáveis por combater os radicais livres que degeneram as células do organismo, inclusive da visão. Ou seja, quanto mais quiabo você tiver, mais protegidos seus olhos estarão. A presença de vitamina A possibilita também uma pele mais jovem e com a menor incidência de acne e cicatrizes.

Os altos índices de ferro e cobre em seu interior ajudam a combater quem sofre com problemas de anemia. Boa fonte de cálcio, o vegetal ajuda a manter ossos e dentes mais saudáveis. Outro ponto positivo é a presença de vitamina C no legume. Isso faz com que o sistema imunológico fique mais protegido e combata possíveis agente nocivos dentro do nosso corpo.

O quiabo também é muito utilizado para o controle da diabetes. Além disso, o potássio existente nele ajudar baixar a pressão arterial e reduzir a tensão do sistema cardiovascular. Como se vê, há muitos benefícios que fazem com que o quiabo se torne imprescindível na sua dieta. E saiba que é possível tê-lo plantando-o dentro de casa! Veja a seguir.


Como plantar quiabo em vaso

Como plantar quiabo em vaso

Como plantar quiabo em vaso

Ao plantar o quiabo, é importante ter em mente que o clima ideal é o quente, com temperaturas acima de 20º graus, em regiões tropicais e subtropicais. Em locais mais frios, a recomendação é de utilizar uma estufa ou então destinar o cultivo para o verão ou primavera. Vale ressaltar que a planta precisa de pelo menos quatro horas diárias de luz solar direta. Então, leve isso em consideração ao plantar em um vaso em sua residência.

Independentemente de ser um canteiro ou um vaso, o solo a receber o quiabo deve ser bem drenado e fértil, isto é, bastante rico em matéria orgânica. Além disso, o pH ideal do solo deverá girar em torno de 6 e 6,5.

Inicialmente, as sementes de quiabo devem ser plantadas em copinhos de plástico ou embalagens de jornal para a produção das mudas. Coloque duas mudas por recipiente a 2 cm de profundidade e aguarde a germinação, que ocorrerá em mais ou menos 10 dias.

De fácil transplante, o quiabo pode ser levado ao plantio definitivo no vaso ao atingir 10 cm e três ou quatro folhas. Para essa etapa, é importante ter um vaso já adubado há pelo menos uma semana. Sugere-se colocar húmus de minhoca ou esterco bem curtido.


Como cuidar do Quiabo

Um dos aspectos importantes durante o cultivo do quiabo é a irrigação. A rega deverá ocorrer para deixar o solo sempre úmido, mas sem encharcá-lo. As plantas adultas conseguem tolerar períodos curtos de seca. Para evitar a compactação e ajudar na umidade, pode-se recorrer a inserção de folhas mortas na parte de cima do vaso. Em alguns casos pode ser feita a poda para gerar a ramificação ou mesmo revigorar a planta.

A colheita é recomendada entre 60 e 80 dias após o plantio do quiabeiro. É possível que prossiga por alguns meses, caso as condições de cultivo sejam favoráveis. O quiabo precisa estar bem desenvolvido para ser colhido. Ao mesmo tempo, deve estar tenro e apresentar tonalidade brilhante, o que costuma acontecer mais ou menos seis ou sete dias após a polinização e o início da formação do fruto. Não é recomendável que ele seja colhido maduro, pois pode ficar muito fibroso.

Aprenda a plantar também:


Como plantar quiabo: Dicas finais

Ficou com vontade de plantar quiabo em um vaso, se animou com os benefícios oferecidos pelo vegetal, mas não quer saber daquela baba asquerosa que ele solta? Então presta atenção nesta dica, que vai fazer você se livrar essa substância viscosa e ainda poder saborear tudo de bom que o quiabo oferece.

Uma forma de evitar que o quiabo solte a baba é fritá-lo rapidamente, logo que ele é retirado. Outra solução é cozinhá-lo com uma solução de suco de limão ou vinagre.  Por exemplo: a cada 100ml de água adicione três colheres de vinagre e coloquei o quiabo nessa solução em água fervente por três minutos. Mas antes, corte as pontas do quiabo.

As folhas e o cálices das flores também são comestíveis. No entanto, eles devem ser cozidos antes de serem ingeridos. Algumas variedades cultivadas possuem as folhas sem pelos, o que permite o consumo cru. Já as sementes advindas dos frutos maduros podem ser usadas na produção de sopas e outros pratos.

Deixamos ainda um vídeo de ajuda com mais algumas dicas para plantar quiabo em casa, assista pois contém informações muito valiosas!

E então, já aprendeu a cultivar quiabo em sua casa? Se tiver alguma dúvida não hesite em deixar um comentário neste artigo!

<< voltar para Como Plantar

Leguminosas

Como Plantar Alho Poró

Como Plantar Alho Poró

Aprender a como plantar alho poró é mais simples do que imagina!

O alho poró é um alimento bastante requisitado nos dias de hoje, especialmente na alta gastronomia, em que possui um papel bem destacado. Mas, claro, pode e deve ser utilizado na cozinha do dia a dia, afinal de contas, é uma herbácea que contém poucas calorias. Apesar de cultivada anualmente, trata-se de uma planta bienal que pode alcançar de 60 a 100 cm de altura.

Conhecida também como alho-porro ou alho francês, o alho poró pode ser consumido cru, cozido o refogado. Esta planta possui o pseudocaule formado por camadas de bainhas de suas folhas, sendo a parte principal para o consumo, embora as folhas e flores também possam ser aproveitadas. Neste artigo falaremos sobre como plantar alho poró, mas também como realizar saborosas receitas com alho poró.


Onde arranjar semente de alho poró

Onde arranjar semente de alho poró

Antes de saber como fazer alho poró, é importante ver onde arranjar a semente desta herbácea. Vale dizer que não é uma tarefa complicada. Hoje em dia com a internet é plenamente possível adquirir sementes de alho poró, bastando fazer uma busca pelos sites especializados ou pelo Google mesmo. Há venda de sementes de alho poró em sites do mundo todo, com preços bastante variados.

Porém, é possível também adquirir sementes de alho poró em lojas especializadas em jardinagem. Nesses locais é possível, ainda, adquirir os recipientes onde plantar, adubo, bem como obter todas as informações necessárias para um bom cultivo da planta, a partir de pessoas especializadas, que tratam do tema há muitos anos. Bem, agora é hora de plantar o alho poró.


Como plantar alho poró

Como plantar alho poró

Como plantar alho poró

O alho poró pode ser plantado em sementeiras ou já em seu local determinado, em covas de cerca de 1 cm de profundidade e com, pelo menos, 10 cm de distância entre as mudas. Caso opte pelas sementeiras, o transplante deve ser realizado quando as mudas alcançarem de 10 cm a 20 cm de altura. Leva cerca de dois meses para alcançar esse tamanho.

É importante também respeitar um espaçamento de algo em torno de 30 cm a 50 cm entre as linhas e de 15 cm a 20 cm entre as plantas. Outra possibilidade é cultivar o alho poró em vasos que tenham ao menos 25 cm de profundidade – quanto mais fundo for, melhor para a planta.

O alho poró se dá melhor em um clima ameno, com temperaturas que permaneçam entre 13ºC e 24ºC. Porém, pode ser cultivado em regiões mais quentes, preferencialmente entre fevereiro e junho. Entretanto, é fundamental manter o solo bastante úmido. Em regiões mais frias, o alho poró pode ser plantado em qualquer época do ano.


Solo, irrigação e luz para o sucesso da planta

É importante realizar um amplo estudo no solo antes de realizar o plantio. Ele deve ser preparado para que tenha uma boa drenagem, além de ter características e elementos que garantam a fertilidade, como matéria orgânica e pH do solo sempre entre 6 a 6,8.

Outro ponto importante é quanto à irrigação. O alho poró deve ser irrigado com frequência para que o solo se mantenha úmido, sem, no entanto, ficar encharcado, o que pode prejudicar a planta. O solo úmido é essencial para o pleno desenvolvimento desta herbácea.

Vale destacar que o alho poró necessita de luz direta para que ele possa vingar. É fundamental que haja incidência da luz solar ao menos algumas horas diárias. É possível também que seja instalado um vaso, por exemplo, em uma área com sombra parcial. Porém, é importante que tenha uma boa luminosidade.

Lembre-se também de manter o local limpo e livre de plantas invasoras, algo que pode ocorrer durante o desenvolvimento do alho poró.


Colheita do alho poró

A colheita do alho poró é realizada normalmente entre 120 e 150 dias após o plantio. Tudo vai depender das condições do cultivo e da semente. Geralmente a colheita ocorre quando os pseudocaules do alho poró possuem de 2,5 a 4 cm de diâmetro.

Neste caso, a planta deve ser arrancada inteira. Sem seguida, as folhas devem ser aparadas. Aliás, as folhas também são comestíveis, embora sejam menos saboreadas pelas pessoas, que utilizam mais os pseudocaules. Questões como o clima poderão afetar a época da colheita, portanto, atenção e cuidados são necessários para manter o alho poró sempre em ótimas condições para ser aproveitado.

Aprenda a plantar também:


Vale a pena cultivar alho poró?

Vale a pena cultivar alho poró?

Vale a pena cultivar alho poró?

Essa pergunta é muito fácil de ser respondida, afinal de contas, há muitas vantagens em se plantar o alho poró. Como essa planta possui várias vitaminas (A, B6, C, ácido fólico) e nutrientes (ferro, magnésio), ela é boa para fortalecer o sistema digestivo e manter o colesterol saudável.

Além dos benefícios para a saúde, o alimento é delicioso, podendo ser feitas várias receitas com alho poró. Um exemplo bem simples e gostoso é o Gratinado de Alho Poró à Italiana. Há também o Risoto de Cebola com Alho Poró e é possível até mesmo fazer um Pesto de Alho Poró e Nozes. As receitas com alho poró são inúmeras na internet.

Outra bem comum é a quiche de alho poró, um alimento originário do Nordeste da França que é bastante procurado no Brasil, especialmente em cafés e rotisserias. A quiche nada mais é que uma torta aberta que leva recheio à base de creme de leite e ovos e que recebe o alho poró para dar um sabor todo especial para a receita. A quiche pode ser servida como entrada em uma refeição ou até mesmo em um café da tarde.

E então, já sabe a como plantar alho poró na sua própria casa? Qualquer dúvida que tenha não hesite em comentar!

<< voltar para Como Plantar

Leguminosas

Como Plantar Feijão

Como Plantar Feijão

Neste artigo vai poder ver um passo a passo de como plantar feijão de forma completamente orgânica. Este tutorial dedica-se às pessoas que querem semear e colher o feijão na sua própria casa ou no seu quintal.

O plantio vai poder ser feito num vaso, num pequeno pedaço de terra, no campo ou no seu jardim.

Um dos feijões mais comuns no Brasil é o feijão preto por isso vamos mostrar algumas imagens da plantação desse tipo de feijão. Ele cresce facilmente no ambiente do Brasil e pode obter excelentes resultados se optar por essa espécie.


Espécies de feijão mais comuns

Feijão é um nome comum para uma grande variedade de sementes de plantas de alguns gêneros da família Fabaceae. Proporciona nutrientes essenciais como proteínas, ferro, cálcio, vitaminas (principalmente do complexo B), carboidratos e fibras. Wikipedia

Caso você queira semear feijão existem diversas variedades para escolher. Abaixo ficam as mais comuns do Brasil:

  • Feijão preto;
  • Feijão manteiga;
  • Feijão trepador;
  • Feijão verde;
  • Feijão catarino;
  • Feijão frade.

O tutorial que vamos mostrar serve para qualquer um deles, apenas tem de ter em atenção a semear feijão trepador pois precisa “estacar” com um pau ou amarrar com um fio para ele poder crescer livremente pois caso ela fique no chão não vai ter uma produção de qualidade.


Como plantar feijão

Você já deve ter sonhado com feijão, mas hoje vamos ajudar você a plantar ele!

amos apresentar a forma mais simples de plantar feijão na terra!

Para começar vai precisar de um vaso com alguma terra e fertilizante caseiro (não é obrigatório!).

Após isso basta ter o feijão seco.

Faça um pequeno buraco na terra, meta lá o feijão e cubra com terra. É tão simples quanto isso! Pode colocar o número de feijões que quiser desde que não fiquem uns em cima dos outros. Faz os buracos com uma distância de pelo menos 7 a 10 Cm.

Como plantar feijão

Colocar feijão na terra

O processo de crescimento é extremamente rápido! Em apenas 4 dias já vai poder começar a observar algumas raízes a saírem do feijão que plantou!


Rega

Após semear o feijão na terra terá de ter em atenção à sua rega. O feijão gosta de um clima quente e recomenda-se que apanhe entre 4 a 5 horas de sol por dia.

A terra tende a secar devido ao calor por isso recomenda-se regar todos os dias, não exagerando para a terra não ficar completamente lamacenta.

A quantidade de água vai depender da quantidade de feijões que tiver plantados.


Adubação

Existem duas adulações, a primeira que coloca logo na terra mal planta o feijão, e a segunda que deve colocar na terra cerca de 20 a 30 dias após o plantio. Isto porque após esses dias ele vai começar a formar flor e a vagem e uma ajuda extra pode acelerar este processo!

Como semear feijão

Terreno adubado com casca de ovos

Para adubar pode utilizar:

  • Casca de ovos;
  • Farinha de ossos;
  • Fertilizante fórmula 10 – 10 – 10

Tenha em atenção que todos estes produtos são o mais orgânico e naturais possíveis! O Fertilizante é do mais leve que existe.

Basta misturar os 3 fertilizantes na terra e regar para que eles se infiltrem adequadamente.

Aprenda a plantar também:


Colheita

Após plantar, regar diariamente e fertilizar passado 20 a 30 dias basta continuar a esperar até cerca de 80 dias (no total, desde o seu plantio).

Após 80 dias o feijão já vai ter dado uma vagem e já vai estar seca, pronta a colher, tal como pode observar na imagem abaixo:

Colheita do feijão

Colheita do feijão

Agora chegou a parte mais empolgante! Colher o feijão e retirar de dentro da casca!

Para isso basta arrancar cuidadosamente todas as vagens da planta e em seguida abrir para retirar todos os feijões.

Neste caso que estamos a mostrar deu cerca de 200 gramas de feijões de apenas 2 feijoeiros, mesmo um deles tendo sofrido bastante com algumas chuvas fortes.

Veja o resultado final abaixo…

Apanha do feijão

Abrindo o feijão


Como plantar feijão –  Vídeo

Todo este tutorial foi feito com a ajuda de Isaac, ele disponibilizou um vídeo no Youtube com o passo a passo completo de como plantar feijão em casa. Recomendamos que assista caso tenha dificuldade em seguir todo o tutorial em texto.

Desejamos-lhe toda a sorte do mundo para si e para a sua horta em casa!