Adubo

Esterco de Galinha – Benefícios e como curtir esterco de galinha

As galinhas produzem um ovo a cada 24 horas e são uma fonte excelente de ovos caseiros e frescos. Uma galinha normal também produz cerca de 40 kg de esterco durante 6 meses. O que é que você está a fazer com este esterco de galinha? Não o pode deixar acumular porque, para além do cheiro, ele atrai moscas e roedores e não é saudável para suas galinhas respirarem amônia.

Benefícios do esterco de galinha

O estrume pode ser um dos maiores ativos para um jardineiro amador. Embora o esterco de galinha seja demasiado forte no seu estado natural para usar em suas plantas, ele pode ser compostado e convertido em “ouro negro”. Se usar este produto sem compostagem, você pode danificar as raízes e até matar suas plantas.

No entanto, um adubo composto e feito com estrume de galinha é:

  • Uma boa cobertura de solo. Adiciona matéria orgânica e aumenta a capacidade de retenção de água do solo e adiciona biota benéfica ao solo.
  • Um bom fertilizante; O estrume de galinha fornece azoto, fósforo e potássio às plantas (mais do que esterco de cavalo, vaca ou boi).

Como curtir esterco de galinha

como fazer adubo de esterco de galinha

Siga agora esse guia sobre como curtir esterco de galinha.

Além de macronutrientes nitrogênio, fósforo e potássio, que são essenciais para o crescimento das plantas, o esterco de galinha também contém cálcio, magnésio e enxofre, que não são encontrados em fertilizantes sintéticos. Em sua forma bruta, no entanto, o esterco de aves também tem altas concentrações de bactérias, incluindo salmonela patogênica, o que significa que você nunca deve aplicar estrume de aves diretamente em seu jardim. As bactérias podem entrar em contato com sua planta e causar estragos. Além disso, se você aplicar adubo bruto e não adulterado em suas plantas, elas podem muito bem morrer devido ao excesso de nitrogênio e sais disponíveis. A melhor maneira de usar o esterco de galinha é passá-lo por um processo de compostagem, que o tornará seguro para ser usado.

  1. Coloque os materiais da cama do aviário em um contentor de compostagem. Você deverá apontar para cerca de 25% de esterco de galinha e os 75% restantes constituídos por materiais da cama de aviário. Deverá ter, pelo menos, 75 kg de material para permitir que o processo de compostagem aqueça a temperatura interna do contentor de compostagem entre 60 a 70 °C, que matará as bactérias.
  2. Molhe o esterco até que sua textura se assemelhe a uma esponja molhada.
  3. Monitorize a temperatura com um termômetro para compostagem. Seu objetivo é atingir uma temperatura entre os 60 e 70 °C e mantê-la durante três dias. A temperatura é fundamental: enviar amostras de composto a um laboratório para detecção de patógenos não é prático ou efetivo. No entanto, temperaturas de 70 °C ou superiores matam as salmonelas e patógenos bacterianos comuns encontrados no esterco de galinha. Se você não atingir essa temperatura, as hipóteses de sobrevivência do patógeno por um período prolongado de tempo aumentarão.
  4. Apesar de a parte interior do amontoado estar tratada, a exterior não está. Repita o processo pelo menos mais duas vezes para garantir que o amontoado foi totalmente tratado.
  5. Cubra o composto durante 80 dias ou mais. Este período de espera ajuda a garantir que todas as bactérias já morreram.

Como usar esterco de galinha na horta

Assim que a compostagem acabar, ela estará pronta para usar. Simplesmente espalhe o esterco de forma homogênea sobre o jardim. Coloque o composto no solo usando uma pá.

Cuidados a ter

O esterco de galinha recente pode conter doenças que contaminam as raízes das plantações (cenouras, rabanetes e beterrabas) e folhas (alface e espinafre), por isso não espalhe esterco que não passou pelo processo de compostagem em sua horta.

Não adicione fezes de cão, gato ou humanas ao amontoado de composto, uma vez que elas não são seguras para uso mesmo após a compostagem.

Você não deve cheirar a amônia associada ao esterco, visto que é nociva para os pulmões e pode causar úlceras nas córneas das galinhas. Se isto acontecer, você precisa de adicionar mais materiais usados para fazer a cama de aviário ao amontoado.

Lembre-se que mesmo depois da compostagem, o material ainda pode conter baixos níveis de salmonela, E. coli e outros patógenos, o que é bom. Este é um jogo de números em que seu material inicial tinha milhões dessas bactérias por grama de estrume. Níveis muito baixos dessas bactérias não causarão doenças se você tiver um sistema imunológico normal. Ainda assim, é recomendado lavar sempre as frutas e legumes recém-colhidos.

O esterco de galinha é um fertilizante seguro e ideal para o jardim de sua casa, se processado corretamente. Além de fornecer nutrientes às suas plantas, o esterco adiciona matéria orgânica ao solo e aumenta a capacidade de retenção de água e as bactérias benéficas presentes no solo, mas processá-lo corretamente é fundamental para não causar problemas adicionais. Você pode aplicar esterco de galinha, por exemplo, em nossos guias sobre como plantar tomate e como plantar morango.

Esterco de Galinha – Benefícios e como curtir esterco de galinha
5 (100%) 3 votos
Partilhe nas redes sociais!
Share on Facebook
Facebook
Pin on Pinterest
Pinterest
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

Você também pode gostar de

Sem comentários

    Responder